O mágico vulcão de Santorini

Queridos leitores,

como muitos de vocês sabem, semana passada fiz uma série de posts sobre os bastidores no meu Casamento Grego em Santorini, para a page Eu Amo A Grécia. Posto hoje sobre o nosso dia de passeio no vulcão de Santorini, que foi maravilhoso. Have fun! 🙂

Para os poucos que madrugaram, amanheceu chovendo forte no terceiro dia de festa do nosso casamento grego. Como já prevíamos aquilo, resolvemos voltar para a cama e rezar para que a chuva parasse e não atrapalhasse nosso dia no mar. Isso mesmo, o terceiro dia era o dia do boat tour e qualquer mau tempo atrapalharia e muito a nossa programação. Eu já estou acostumada com o verão nas ilhas e sabia que a chuva não ia para frente. Aliás, eu sabia bem aqui dentro do peito que independente do que acontecesse, seria para o nosso melhor. Quando abri meus olhos na cama algumas horas depois, ouvi o silêncio lá fora. Quando olhei pela porta da varanda, vi que o céu esnobava um azul super límpido e que o vento tinha dado trégua. “O mar vai estar igual azeite”, comentei com o André, que naquela hora não entendeu nem de longe o que eu queria dizer.

Durante nosso leve almoço, recebemos a ligação da wedding planner avisando que o tour teria que começar meia hora mais tarde para que fosse possível assistir ao pôr do sol no mar. Essa era uma das surpresas que tínhamos preparado para aquele dia e como a maioria dos já tinha decido para o porto antigo de Fira, seguimos nosso roteiro com calma. O passeio de caravela em Santorini é uma das melhores atrações da ilha e uma das mais concorridas também. Para evitar qualquer tipo de stress, reservamos uma caravela privada para nossos convidados e os instruímos a descer para o porto pelo elevador panorâmico e com muita antecedência. Quando andamos pelas ruas lotadas de Fira, percebemos que as filas para o elevador eram muito longas e desanimadoras, mas até que andaram rapidamente. Vimos a Virna e Bianca correndo pelo caminho dos burrinhos apressadas (esta parte também já rendeu um ótimo post da Virna), mas só use este caminho caso você tenha muito tempo e disposição ou como no caso delas, em situações de desespero rsrsrsrs😉

Finalmente, quando chegamos no Porto Antigo de Fira, percebemos que quase todos já estavam lá, ansiosos pela Princess (nome da nossa caravela). E foi mais um susto secreto quando a caravela encostou e eu me identifiquei, pois o capitão afirmou que tinha que buscar o grupo de André e Luana do outro porto, de Athinios. Eu afirmei que não! Que eu era a Luana e que o grupo todo já estava esperando o barco no porto antigo de Fira e ele disse que então iria ligar para o chefe  dele pois o guia da nossa caravela estava chegando no outro porto.

Mal entendidos resolvidos, aguardamos o guia por mais alguns instantes, até que entramos no nosso Love Boat rumo ao vulcão mais romântico do mundo.

————-

O mar estava realmente como se tivesse sido “azeitado” por Poseidon. Sabe quando as águas estão tão calmas que quando olhadas de cima se enxerga fios de azeite? Era assim que a chuva tinha deixado o mar naquele dia ensolarado, águas claras e calmas para nosso passeio de barco. Vento no rosto, coração no peito, olhos naquela imensidão azul. São apenas 20 ou 30 minutos que se leva do antigo porto de Fira até a primeira parada no vulcão. Quando chegamos no centro dos anéis de terra da Atlântida, sentimos na pele o calor fervente da lava do vulcão acordado. Alguns convidados nem se arriscaram a sair do barco. Os que se aventuraram rumo ao alto da montanha, sofreram com o calor quase insuportável e total falta de brisa e sombra, mas se recompensaram no grande final. Não há nada tão mágico quanto ver o mundo do topo de um vulcão.

Do alto, o que se via de um lado, era toda a Santorini que se espreguiçava na nossa frente e do outro a tímida, mas não menos bela, Thirassia, que já nos convidava para a próxima parada. Nosso guia era determinado e detalhista e explicou muito bem sobre a história da ilha do vulcão para todos que se aproximaram interessados e para aqueles que entenderam seu rápido e avassalador inglês com sotaque suíço. Após a breve aula de geologia, tivemos um tempo livre para conhecer um pouco mais do vulcão e começar a descida de volta a caravela. Quem tinha subido, exibia em suas câmeras orgulhosas fotos da beleza do lugar. Quem ficou, ficou.

Depois de tanto calor, velejamos alguns minutos ao redor do cenário pitoresco das montanhas e crateras do vulcão e paramos nas conhecidas termas. O capitão da caravela avisa que teremos meia hora para entrar na água gelada e nadar uns 30 metros até a região de águas quentes que têm um cor de ferrugem. Ah, e é preciso saber nadar pois a profundidade pode chegar a 20 metros.  A maioria dos convidados pulou no mar para se refrescar e acima de tudo, para aproveitar cada minuto do que estávamos vivendo, porque sabíamos que momentos como aqueles são raros e que o tempo não voltaria atrás.

———————–

A magia da ilha de Santorini se espalha ao seu redor. Quando se está de cima das vilas de Oia ou Fira, fica fácil perceber que a beleza da paisagem se estende por mais um tanto abençoado de terra, aos lados e a frente de quem olha com sabedoria. É o tipo de cenário que se faz agradecer por estar vivo quando se permite olhar em 360 graus. O passeio de caravela é um dos passeios mais bacanas da ilha e eu o recomendo para todos. No nosso grupo de convidados, até a “melhor idade” se animou e se orgulhou se fazer a caminhada até o topo. Água, sapatos confortáveis, filtro solar e muita força de vontade são suficientes para cumprir a maratona de subida no vulcão e a descida, bem , é mais do que gratificante para a memória. A segunda parada do passeio há de ser as termas, para se refrescar e relaxar após o exercício. A terceira parada é na estonteante e simplória Thirassia, uma pequena ilha que se mostra quase que colada em Santorini. Há quem pense à primeira vista, que Santorini e Thirassia são a mesma coisa, mas não. Elas foram no passado, mas agora um bocado de mar azul as separa. Alguns barquinhos fazem o trajeto poucas vezes por dia, mas o que sustenta mesmo os poucos habitantes da ilha é o público dos passeios de caravela. Quando nosso Love Boat parou no porto, parecia que descíamos em uma outra época, em alguma vila distante do nosso tempo. A beleza de Santorini se estende até Thirassia, mas não sua exuberância e riqueza. Na ilhota, a apenas uma pequena vila, duas lojinhas de souvernirs e três restaurantes no porto. Mas posso dizer que não precisava de nada mais? A calma e a beleza simples e ao mesmo tempo arrebatadora de Thirassia, munida de sua excelente culinária foram mais que suficientes para nossa alegria e deleite. Almoçamos as maiores delícias do mar grego, fresquíssimas, acompanhadas do suave vinho da casa.

Terminada a bela refeição, era hora de voltar a bordo. Aproveitei para entregar alguns cartões de agradecimento aos nossos convidados e neste cartão já tinha uma foto de cada um impressa como lembrança de Santorini (excelente trabalho executado por Bianca e Virna). Emocionados, muitos convidados vieram até nós mostrar seu amor e felicidade de estar naquele momento mágico conosco. Aproveitei também para ir até a cabine do capitão falar algumas mais palavras do fundo do peito para meu grande amor, já que eu não tinha conseguido me expressar bem no dia anterior. Satisfeita com o resultado das minhas ações mas ainda apreensiva sem saber se o pôr do sol tão planejado iria de fato acontecer, ocupei um lugar na frente da caravela e coloquei meus pés para fora do barco. Quando André se sentou ao meu lado bateu aquela vontade de gritar para o mundo que não havia maior felicidade do que aquilo. E que estava imensamente grata pelo maravilhoso dia. Deus, que a tudo escuta e vê, respondeu lá de cima em forma de céu limpo e desimpedido, em forma de palco para o último ato do grande astro daquele dia. Nossa caravela parou em frente ao porto de Amoudi e o inspirado guia nos anunciou o pôr do sol mais maravilhoso dos últimos meses. É, parece que os céus tinham se preparado para um grande show, para a presença de dois anjos, nas palavras do nosso guia. E foi assim que eu senti também.

viagem a Santorini vulcão viagem a Santorini vulcão viagem a Santorini vulcão viagem a Santorini vulcão viagem a Santorini vulcão viagem a Santorini vulcão viagem a Santorini vulcão viagem a Santorini vulcão viagem a Santorini vulcão

Anúncios

Opine ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s